E-Book Grátis: Aprender a Aprender - O Guia Completo

A obra mais famosa de Maquiavel, “O Príncipe” (link) foi escrita em 1513 e ficou conhecida com um manual para políticos sem escrúpulos. Nela, Maquiavel descreve os métodos astutos pelos quais um príncipe pode adquirir e manter o poder político.

Por ter descrito a verdade nua e crua sobre como o Estado e o Governo são – ao invés de como deveriam ser –  Maquiavel ganhou o título de “pai da teoria política moderna”. E seu nome passou a ser interpretado de maneira negativa: o termo maquiavélico pode significar o mesmo que esperteza, astúcia, maldade.

Nascido na Itália, entrou para a política aos 29 anos de idade no cargo de Secretário da Segunda Chancelaria. Nesse cargo, ele pode observar o comportamento de grandes nomes da época, suas atitudes, formas de pensar e agir. A partir dessa experiência, escreveu sua obra prima.

Maquiavel percebia que, assim como França e Espanha, era possível a constituição de um governo unificado para Itália e Florença. A região era dividida internamente, e por isso era vítima de outros países que apresentavam condições estratégicas melhores. Para conseguir a unificação, “os fins justificariam os meios”.

Assim, o estudo de Maquiavel mostra que um governante não dever ser limitado pelas normas éticas tradicionais. O pensador determina a ruptura entre a política e a ética. E analisa a política como um conjunto de técnicas de dominação e manipulação, completamente desvinculadas de valores morais.

Confira abaixo alguns dos trechos de sua obra prima, O Príncipe.

1 – “Aqueles que vencem, não importa como vençam, nunca carregam vergonha.”

2 – “A natureza faz poucas pessoas fortes, mas esforço e treinamento fazem muitas.”

3 – “Dizem a verdade aqueles que afirmam que as más companhias conduzem os homens à forca.”

4 – “Chegamos assim à questão de saber se é melhor ser amado do que temido. A resposta é que seria desejável ser ao mesmo tempo amado e temido, mas que, como tal combinação é difícil, é muito mais seguro ser temido, se for preciso optar.”

5 – “Os homens prudentes sabem tirar proveito de todas as suas ações, mesmo daquelas a que são obrigados pela necessidade.”

6 – “O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta.”

7 – “As injúrias devem ser feitas todas de uma só vez, a fim de que, saboreando-as menos, ofendam menos: e os benefícios devem ser feitos pouco a pouco, a fim de que sejam mais bem saboreados.”

8 – “Quando for preciso executar um cidadão, que haja uma justificativa e uma razão manifesta. E, principalmente, que o príncipe se abstenha de tomar os bens, pois os homens se esquecem mais facilmente da morte do pai do que da perda do patrimônio.”

9 – “Todos veem o que você parece ser. Mas poucos sabem o que você realmente é.”

10 – “Os homens hesitam menos em ofender quem se faz amar do que em ofender quem se faz temer; porque o amor é mantido por um vínculo de obrigação que, por serem os homens pérfidos, é rompido por qualquer ocasião em benefício próprio; mas o temor é mantido por um medo de punição que não abandona jamais.”

11 – “Mesmo as leis bem ordenadas são impotentes diante dos costumes.”

12 – “Governar é fazer acreditar.”

13 – “Quem num mundo cheio de perversos pretende seguir em tudo os ditames da bondade, caminha inevitavelmente para a própria perdição.”

14 – “O que tem começo, tem fim.”

15 – “Mate se preciso for, mas alcance seu objetivo.”

16 – “Nada é  mais necessário do que a aparência da religiosidade. De modo geral, os homens julgam mais com os olhos do que com o tato: todos podem ver, mas poucos são capazes de sentir.”

17 – “Há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprios; os outros discernem o que os primeiros entendem; e os terceiros não entendem nem por si próprios nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimos; os segundos excelentes; e os terceiros totalmente inúteis.”

18 – “Quando os homens não são forçados a lutar por necessidade, lutam por ambição.”

19 – “[… ] os homens são tão pouco argutos, e se inclinam de tal modo às necessidades imediatas, que quem quiser enganá-los encontrará sempre quem se deixe enganar.”

20 – “Guerra não se evita, mas se adia em favor de outrem.”

21 – “Como é perigoso libertar um povo que prefere a escravidão!”

22 – “Quem se torna senhor de uma cidade habituada a viver em liberdade e não a destrói, espera para ser destruído por ela.”

23 – “Para bem conhecer o caráter do povo, é preciso ser príncipe, e para bem conhecer o do príncipe, é preciso pertencer ao povo.”

24 – “O fim justifica os meios.”

25 – “Os que vencem, não importa como vençam, nunca conquistam a vergonha.”

26 – “Os homens prudentes sabem sempre tirar proveito dos atos a que a necessidade os constrangeu.”

27 – “Uma mudança sempre deixa o caminho aberto para outras.”

28 – “A perda de toda devoção e religião atrai um sem-número de inconvenientes e desordens.”

29 – “[… ] é preciso tratar bem os homens ou então aniquilá-los. Eles se vingarão de pequenas injúrias, mas não poderão vingar-se de agressões graves; por isso, só podemos injuriar alguém se não temermos sua vingança.”

30 – “Quanto mais próximo o homem estiver de um desejo, mais o deseja; e se não consegue realizá-lo, maior dor sente.”

31 – “Eu creio que um dos princípios essenciais da sabedoria é o de se abster das ameaças verbais ou insultos.”

32 – “Em todas as coisas humanas, quando se examinam de perto, demonstra-se que não se pode afastar os obstáculos sem que deles surjam outros.”

33 – “Quero ir para o inferno, não para o céu. No inferno, gozarei da companhia de papas, reis e príncipes. No céu, só terei por companhia mendigos, monges, eremitas e apóstolos.”

34 – “O verdadeiro grande homem é sempre o mesmo sob todas as circunstâncias.”

35 – “O bem se faz aos poucos. O mal, de repente.”

36 – “Tornamo-nos odiados tanto fazendo o bem como fazendo o mal.”

37 – “Os fantasmas causam maior medo de longe do que de perto.”

38 – “Nenhum empreendimento é mais apto a ser bem sucedido que aquele que é escondido do inimigo até que esteja maduro para ser executado.”

39 – “Não há nada mais certo que nossos próprios erros. Vale mais fazer e arrepender, que não fazer e arrepender”

40 – “Empreendedores são aqueles que entendem que há uma pequena diferença entre obstáculos e oportunidades e são capazes de transformar ambos em vantagem”

41 – “Uma guerra é justa quando é necessária.”

42 – “Você não terá piedade diante de seus inimigos. E ao se voltarem contra você, calar-se-ão diante de sua grandeza de alma.”